Clique e Doe Alimentos sem Custo

Obras de Jorge Luis Martins

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Projeto Pegaí - Leitura Grátis Recebe Doações de Jorge Luis Martins

O Projeto “Pegaí – Leitura Grátis” é uma iniciativa sem fins lucrativos, não governamental, criado em julho de 2013 na cidade de Ponta Grossa, no Paraná, e mantido por um grupo de pessoas apaixonadas por leitura e que acreditam que os livros não podem ficar guardados nas estantes, privados de serem lidos.

As obras que chegam (por meio de doação) são separadas e registradas pelos voluntários do Projeto, que carimbam, colocam etiquetas e classificam a faixa etária. Depois disso, os livros são disponibilizados nas estantes (hoje existentes em Ponta Grossa-PR, Curitiba-PR e São Paulo-SP), em locais públicos, onde a população pode emprestar. Não é necessário fazer cadastro, basta encontrar uma estante permanente, pegar o título do seu gosto, levar para casa, ler e devolver nos Pontos de Coleta quando terminar a leitura.

Idealizado pelo professor universitário Idomar Augusto Cerutti, o projeto recebeu de presente do próprio autor, Jorge Luis Martins, alguns exemplares dos seus livros "Meu Nome é Jorge", "O Menino da Caixa de Sapatos" e "O Menino e seu Segredo", além de exemplares de outras obras, retirados da casa do autor.

 Fontes: Facebook (disponível em https://pt-br.facebook.com/ProjetoPegai) e Site do Projeto Pegaí (disponível em http://www.pegai.info/).

terça-feira, 9 de junho de 2015

Presidente da Câmara de Vereadores de Porto Alegre recebe Jorge Luis Martins

O escritor Jorge Martins visitou o presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, Mauro Pinheiro, na manhã desta terça-feira (9/6). O autor presenteou o vereador com os livros “Meu nome é Jorge” e “O Menino da Caixa de Sapatos”.
    
Jorge Martins e presidente da CMPA vereador Mauro Pinheiro (foto Tonico Alvares)
 
 O artista está em busca de apoio para transformar em filme o livro “Meu Nome é Jorge”, uma obra autobiográfica que conta um pouco da história dele, que quando criança morou na rua e atualmente é um empresário, com formação acadêmica em Administração e Psicopedagogia, além de ter feito cursos na área de Artes Cênicas.
     
Segundo ele, foram mais de 14 longas metragens trabalhando como ator no cinema, entre eles O Homem que Copiava, do cineasta Jorge Furtado. Na televisão, atuou na novela Laços de Família.
 
Fonte: Site da Câmara de Vereadores de Porto Alegre (texto de Maurício Macedo). Disponível em http://www2.camarapoa.rs.gov.br/default.php?reg=24523&p_secao=56&di=2015-06-09