Clique e Doe Alimentos sem Custo

Obras de Jorge Luis Martins

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Interpretando Divaldo Pereira Franco

Com direção de Claudinho Pereira e roteiro de Tailor Diniz, entra na programação da RBS TV, em abril, "Cartas de Luz". O episódio mostra  a descoberta do espiritismo pelo jornalista Mendes Ribeiro na série Histórias Extraordinárias.


As gravações encerraram no último final de semana de janeiro e contaram com depoimentos de amigos, dos filhos de Mendes Ribeiro, do jornalista Lauro Quadros e Maria Elizabeth Barbieri, Presidente da Federação Espírita do RGS.


De costas, com camisa azul, interpretando o médium Divaldo Pereira Franco.


O documentário conta o encontro de Mendes Ribeiro com o médium Divaldo Pereira Franco, em Salvador (BA), quando pediu para participar de uma sessão mediúnica. Neste encontro, um espírito desconhecido de todos, Francisco Lopes de Almeida, teria se apresentado, informado seu nome, lugar  onde estaria sepultado, e número de um processo judicial envolvendo seus familiares.


Claudinho Pereira na direção.


Neste episódio produzido pela RBS , faço o papel de Divaldo Pereira Franco, como o médium amigo de Mendes Ribeiro. Um trabalho de envolvimento da equipe de produção, amigos e familiares de Mendes Ribeiro, que foi um ícone do jornalismo no Rio Grande do Sul.


Atuando como Divaldo...


As fotos das gravações são do amigo Mano Pereira (RBS), via blog  Bastidores da TV




Para a curiosidade de todos, incluindo a minha, publico abaixo um depoimento do próprio Mendes Ribeiro feito na cidade de Farroupilha, RS, em 1991. Segundo a publicação espírita
O Consolador , Mendes Ribeiro fez um pronunciamento expontâneo perante uma platéia de 3.000 pessoas durante um encontro espírita com a presença de Divaldo Pereira Franco..


"Conto-lhes, como repórter e jornalista que sou, uma experiência que tive na Mansão do Caminho. Lembro que tive a ventura de ver psicografada por Divaldo P. Franco uma mensagem a mim dirigida. Assinava a mensagem o Coronel Francisco Dornelles, pessoa da qual eu nunca tinha ouvido falar. Francisco Lopes de Almeida era seu nome completo, e na mensagem havia menção do número do túmulo onde estava enterrado seu corpo e o nome do cemitério, Cemitério da Santa Casa de Misericórdia em Porto Alegre. Repórter (fiz questão de assim me apresentar hoje aqui), no dia seguinte telefonei a Porto Alegre e pedi a um colega que fosse até o Cemitério indicado e verificasse se no túmulo mencionado estavam os restos mortais de quem assinava a mensagem. Recebi a resposta, que o túmulo não está no Cemitério da Santa Casa e sim no cemitério São Miguel e, antes que eu redargüisse, meu colega Sergio Lima, nome do colega repórter, disse-me: Mendes Ribeiro, há um detalhe, este túmulo efetivamente pertencia ao Cemitério Santa Casa mas a irmandade São Miguel comprou a nesga de terra na qual foi erguido o túmulo em apreço. Hoje, pertence ao Cemitério São Miguel, mas na época da morte, tal como contido na mensagem, pertencia ao cemitério da Santa Casa. Não ficou por ai a coincidência para os descrentes. Estava descrito com minudência quem era quem, quem eram as pessoas da família e, sobretudo, um número que era exatamente o número do processo que deveria ser consultado para pôr um fim a uma lide jurídica que se arrastava havia mais de vinte anos. É o meu testemunho, sobre a palavra e a verdade deste incansável pregador do Bem, que eu tenho a suprema honra de apresentar esta noite, como se apresentá-lo fosse preciso: Divaldo Pereira Franco.”




Jorge Alberto Mendes Ribeiro, com seu timbre incofundível, narrador 
durante a Copa do Mundo de 1962 quando o Brasil foi 
Campeão Mundial no Chile, eternizou a frase:
"Deus não joga, mas fiscaliza !"





sábado, 29 de janeiro de 2011

ZH Moinhos - Natação Master na Capa

Acabo de receber do Eduardo, jornalista ZH, via Coordenador de Natação Master, Gustavo Ribeiro Torres do Grêmio Náutico União, a reportagem digitalizada da matéria que foi feita em 20 de novembro.  Nós levamos a sério a saúde e a prática do esporte, fazemos amigos e nos renovamos, e lá se vai o stress  do dia a dia. Abaixo a publicação que, para ser lida, basta clicar na página para  abrir a ZH.









sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

ZH Moinhos - Braçadas Derrubam Limites




Com título na capa Braçadas derrubam limites , a Zero Hora Moinhos de Vento, RBS, publicou no último dai 20.01.2011 uma reportagem sobre pessoas de mais de 50 anos que treinam diariamente na piscina do grêmio Náutico União e participam de competições . Eu faço parte deste grupo há muitos anos e, sempre que possível, treino diariamente com meus colegas de equipe. Participo dos Campeonatos organizados pela Federação dos Desportos Aquáticos do Rio Grande do Sul e Sul Brasileiros de Natação Master. Tenho conquistado medalhas com meu esporte favorito.


Na foto comigo: Eduardo da ZH, Gustavo Torres, 
Coordenador da Equipe Master,
no momento da entrevista


Pois estive conversando como repórter Eduardo da RBS e colegas de natação acabaram registrando o momento. Foi um momento interessante para todos nós que levamos uma vida saudável poder compartilhar e dar exemplo de boa disposição e saúde.A equipe preparava-se para fazer a foto para o jornal.


O colega ao centro com calção preto ficou na minha frente.
Não tem importância saímos na capa.... somos todos nadadores, 
todos vencedores, todos animados e saudáveis


Colegas de natação preparando-se para fazer o treino



quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Capa do Diário Gaúcho

Levantar cedo e ir até a banca de jornal...uma emoção quando a capa é sobre a sua vida. Foi uma mistura de alegria e emoção que tive quando vi estampado em um dos jornais de maior circulação a reportagem sobre o livro onde  relato a minha trajetória de vida. 




Meu nome é Jorge foi o motivo da capa do Diário Gaúcho do dia 09 de novembro de 2010. A manchete  dizia:  De Menino de Rua a Empresário. Muito feliz com o resultado via com muita satisfação o jornal nas bancas e em todas as esquinas das principais ruas de Porto Alegre. 




Neste dia, algumas pessoas que encontrei me reconheceram e vieram  falar comigo sobre o livro e sobre a reportagem exibida nas páginas do Diário Gaúcho. Foi bom falar com amigos e pessoas que encontrei e dividir com elas  esta alegria.



No centro do jornal, a publicação de duas páginas com fotos,  falava da publicação do livro meu livro Meu Nome é Jorge, da minha trajetória de vida e dos trabalhos que estou desenvolvendo atualmente.


        
  
  





quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Palestras Sobre o Livro "Meu Nome é Jorge"

Algumas palestras me proporcionaram momentos emocionantes, onde pude interagir com os espectadores de forma absolutamente direta... 


Primeiramente falo sobre o GAPA, Projeto Jornal Boca de Rua. Este é Grupo de Apoio a Prevenção a Aids que publica o Jornal Boca de Rua, um projeto que nasceu há mais de dez  anos e que publica o Jornal Boca de Rua, cuja renda é distribuída entre os integrantes da comunidade. Pois, no dia 25 de outubro estive lá e os jovens deste projeto fizeram uma entrevista para compor uma matéria jornalística que foi publicada na edição de dezembro do jornal.




Para a SJDS - Secretaria de Justiça e Desenvolvimento Social, Departamento de Justiça e Direitos Humanos, foram feitas duas palestras. A primeira no dia 29 de novembro, para jovens que saíram da FASE e estão em acompanhamento no Centro de Educação Profissional Calabria. São jovens em recuperação, que estão entrando em uma nova vida . Foi uma palestra muito enriquecedora para todos nós. E outra no dia 2 de dezembro para jovens adolescentes em recuperação. Todas as palestras foram acompanhadas também por membros da Justiça Federal, Instituto Calábria, Secretaria da Justiça e de Programa Sócio Educativo.




Ainda em dezembro, ministrei palestra  falando das  minhas experiências de vida relatadas no livro "Meu Nome é Jorge" junto a FASE - Fundação de Atendimento Sócio-Educativo do Rio Grande do Sul, em parceria com a Câmara Rio Grandense do Livro onde me esperavam 110 adolescentes da casa. Foi muita emoção. Perguntas eram feitas pelos internos e também por Monitores, uma troca de experiências inesquecível. No final da palestra, muitos adolescentes da FASE me procuraram, e, com emoção, manifestaram o desejo de mudar de vida após cumprirem a medida sócio educativa.
A palestra teve a cobertura jornalística da TV Banteirantes para o programa Notícias da Redação, com Carlos Santos.




PALESTRAS em 2010

22, abr -  PALESTRA FASE CARLOS SANTOS

04, out -  PALESTRA NA FASE UNIDADE CRUZEIRO DO SUL

25, out -  PALESTRA no GAPA/RS com o GRUPO DO JORNAL BOCA DE RUA

24, nov -  PALESTRA NA FASE – Autor na Fase (Fechamento do ano autor escolhido pela FASE).

29,nov  -  PALESTRA NA SJDS , Palestra para jovens que saíram da FASE

02, dez -  PALESTRA NA SJDS , Palestra para Jovens e Adolescentes em recuperação
 


A Fundação de Atendimento Sócio-Educativo do Rio Grande do Sul - fase-rs - é responsável pela execução das Medidas Sócio-Educativas de Internação e de Semiliberdade, determinadas pelo Poder Judiciário, a adolescentes autores de ato infracional. 


http://www.fase.rs.gov.br/portal/index.php







terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Filme - O Homem que Copiava

O papel pequeno, mas o primeiro longa nunca se esquece. A oportunidade  de trabalhar com um diretor como Jorge Furtado, como Ana Luiza Azevedo, Giba Assis Brasil é uma grande experiência para um ator como eu que estava dando meu primeiro passo em um 
filme de longa metragem.

O premiadíssimo  O Homem que Copivava, ao lado de Lázaro Ramos, Leandra Leal, Luana Piovani e Pedro Cardoso. Minha  primeira participação em longa no lançamento do filme em 2002.





PREMIAÇÕES:







GRANDE PRÊMIO DO CINEMA BRASILEIRO
Ganhou
Melhor Filme
Melhor Diretor - Jorge Furtado
Melhor Ator Coadjuvante - Pedro Cardoso
Melhor Atriz Coadjuvante - Luana Piovani
Melhor Roteiro Original
Melhor Edição

Indicações
Melhor Ator - Lázaro Ramos
Melhor Direção de Arte

FESTIVAL DE CINEMA BRASILEIRO DE PARIS
Ganhou
Melhor Filme - Prêmio do Público
Prêmio Especial do Júri





segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Filme - Olhai os Lírios do Campo

Em 2005, logo após voltar do Rio de Janeiro onde fiz dois cursos de ator, um para cinema e outro para TV, participei de um especial que a RBS produziu em comemoração aos "100 Anos de Érico Veríssimo". OLHAI OS LÍRIOS DO CAMPO onde fiz uma pequena participação, atuei  ao lado de Felipe Kannenberg e de Larissa Maciel.







domingo, 23 de janeiro de 2011

Confraternizações

Aqui com meu amigo Tailor Diniz, em confraternização logo após o encerramento da Feira do livro de Porto Alegre. Tailor lançou nesta edição da feira "Crime na Feira do Livro", uma trama policial que se passa aqui mesmo na região sul do país.




Tailor Diniz em entrevista sobre o seu livro Crime na Feira do Livro

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Entrevistas TV

Foram muitas as entrevistas durante a época de lançamento do livro "Meu Nome é Jorge". A lista é imensa. Algumas, que o material é divulgado para outras mídias  conseguimos canalizar para o Blog. A entrevista para o Jornal do Almoço na RBS TV foi feita  nas locações  originais de onde vivi e já está publicada no blog.

Mas foram muitas as entrevistas e programas realizados em função do lançamento do livro.


Entrevistas em Programas de TV em 2010

19, out - RBS TV - RBS TV - Jornal do Almoço, com Manoel Soares
26, out - TVE - Programa Cidadania , com Maria Helena Ruduit
04, nov - TV BAND às 18h30, com Felipe Vieira
04, nov - TV ULBRA às 22 h, com Bibo Nunes, canal 21
09, nov - TV PAMPA, às 19 hs , com Programa Clóvis Duarte
09, nov - TV LBV , Rádio Portal, com Alex , canal 23
11, nov - TV RECORD, Programa Balanço Geral, às 19h30, com Farid
                 Germano Filho
13, nov - TVE - Programa Estação Cultura, às 19 h
16, nov - TV RECORD, Programa Balanço Geral, às 19h30, com Marcelo
                 Chemale
24, nov -  TV BANDEIRANTES, Notícias da Redação, às 13h, com Carlos
                 Santos




Este  o link da entrevista que foi feita pela TV Bandeirantes na Feira do Livro no dia 4 de novembro.


Aqui o link da entrevista para a TVE , na Feira do Livro, com Bianca Zuchetto





quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Filme - Rolex de Ouro



Com direção de Beto Rodrigues e Produção da Panda Filmes, em 2007 , participei do filme Rolex de Ouro. A história parte da seguinte base: no final década de 80 houve uma onde de privatizações. Estabelecem-se duas realidades a de um jornalista que trabalha em uma empresa recém privatizada e outra, a de um chefe que posiciona-se em defesa da eficiência e da competitividade. Um filme de fundo político com
Zé Vitor Castiel no papel do Jornalista, Tarciso Meira Filho, Ingra Liberato, Oscar Smich, Sirmar Antunes, Régius Brandão, Fernanda Moro e eu, claro...  Jorge Martins  !

O curta Rolex de Ouro foi o grande vencedor dos dois prêmios mais importantes da mostra gaúcha em 2007, em Gramado: a de melhor diretor e melhor filme.



Visite também o site da Panda Filmes


segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Filme - Dias e Noites


"Dia e Noites", com direção de Beto Souza, teve, em 2007 , sua pré estréia no Festival de Cinema de Gramado. É uma adptação do livro "Clô Dias e Noites" de Sérgio Jockmann baseado em uma história real. O filme trata de uma história universal , que poderia acontecer com qualquer pessoa em qualquer lugar do mundo. Com produção de Naura Schneider , além de  ser também  atriz e protagonista no filme. "Dias e Noites" tem no elenco os atores Antonio Calloni, Marcela Muniz e José de Abreu. Meu papel é o do delegado que tratará do caso. 

A história  acontece durante os anos 50 e percorre três décadas, debate o preconceito e discute o comportamento dos anos 60. O filme foi feito ainda em 2006 e lançado em 2007. Beto Souza demonstrou toda a sua animação para este filme quando disse que havia ficado muito feliz em dirigir "Dias e Noites". Nós ficamos feliz em participar e trabalhar com o Beto. A trilha ficou por conta de Guto Graça Melo.


Mais notícias do filme em


domingo, 9 de janeiro de 2011

Uma História de Abandono e Fé





 “MEU NOME E JORGE: UMA HISTÓRIA DE ABANDONO E FÉ”
A sociedade brasileira passa por uma enorme crise moral, de impunidade, de falta de limites, de assustadores índices de uso e tráfico de drogas, de criminalidade praticada por pessoas cada vez mais jovens, inclusive crianças. Nesse ambiente, as emoções estão exacerbadas e praticamente fora de controle, como uma verdadeira epidemia de psicoses, neuroses, paranoias, distimias e depressões, resultando em crimes cada vez mais cruéis e gratuitos.

O projeto de publicação do livro “Meu Nome é Jorge” nasceu da experiência de trabalho voluntário do autor e da possibilidade de, com a sua história de vida, contribuir pedagogicamente para o resgate de uma parcela jovem com muita carência de referências. Associado ao projeto FALANDO VERDADES, que é parte desta propostatarefa que o autor vem desenvolvendo em escolas e comunidades –, a publicação do livro visa colocar em pauta as questões fundamentais do abandono, da violência, da desagregação da família, as condições de vida abaixo do tolerável, a problemática social a que se sujeitado o indivíduo, em muitas circunstâncias, jogado à própria sorte.

No livro, é relatada uma história de vida desde o primeiro berço em uma caixa de sapatos à construção dos meios para uma sobrevivência digna, a árdua construção de um projeto de vida, a formação acadêmica. Tudo isso por caminhos nada triviais, especialmente nos atribulados anos da infância, como menino de rua até o início da vida adulta. A narrativa retoma o passado e chega ao presente, permitindo passagens com as reflexões de um homem maduro sobre a própria existência a ferro e fogo.

sábado, 8 de janeiro de 2011

Matéria em Jornal do Grupo Sinos- NH

A colunista Jane Mathias, Jornal ABC do Grupo Sinos - NH, publicou na sua coluna  um trecho do livro :

"Eu penso muito. É como se sentasse em uma sala de  cinema e assistisse  ao filme não editado da minha vida: tem lembranças de coisas tão guardadas que já nem cogito de se  relacionarem com a minha existência. E fico imaginando, quando terminar esta etapa de me  contar”, poder transformar tudo isso em benefício de outros jovens que necessitam de muita ajuda e entusiasmo para vencer. Assim resolvo sentar na frente do laptop e começar essa narrativa de minha história. Estou quase todo aqui em livro, para que possa ser uma boa aventura para aqueles que não tem onde se segurar na hora de atravessar esse oceano de percalços os quais, obviamente, não são exclusividade minha. A  esses, além de lançar bóias, os ensinarei a nadar."



sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Sessão de Autógrafos no Grêmio Náutico União



Em clima de descontração fiz a divulgação do livro "Meu Nome é Jorge", com muitos autógrafos durante o Campeonato Estadual de Master no final de  novembro. Foi sensacional conversar com meus amigos de todo o dia, trocar idéias e responder a inúmeros questionamentos. Afinal também sou nadador Master do Grêmio Náutico União e participo dos campeonatos.



Veja mais divulgação do evento no link :



terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Filme - Enquanto a Noite não Chega (2)


Outro filme do qual participei neste ano de 2010 e que  foi apresentado no 38° Festival de Cinema de Gramado: do livro homônimo de Josué Guimarães ,  Enquanto a Noite não Chega. O longa teve a direção do gaúcho Beto Souza , com a participação de Miguel Ramos, Clenia Teixeira, Sirmar Antunes, Rogério Beretta, Lu Adam.

Enquanto a Noite não Chega, conta a história de dois velhos, Dona Conceição e Dom Eleutério que vivem em uma cidade tomada pela areia onde todos os habitantes partiram. Além do casal que vivede suas memórias, existe um outro  personagem: o coveiro Teodoro que todos osdias janta com o casal. Um dia Teodoro não aparece e os velhos vão ao seu encontro. O amigo doente já sabe o seu destino e os velhos já não podem retornar para casa. A noite chegou, mas este não é o fim...




segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Filme - Enquanto a Noite não Chega


Enquanto a Noite não Chega é o primeiro filme no Brasil a usar a câmera de alta definição Red One. Esta câmera foi usada para o filme  Che pelo diretor Steven Soderbergh. O filme participou do File 2009, sendo a primeira transmissão on line simultânea de um filme 4 K para as cidades São Paulo, San Diego e Tókio.

domingo, 2 de janeiro de 2011

Filme - Em Teu Nome



Um filme que participei neste ano de 2010, Em Teu Nome, de Paulo Nascimento, com Leonardo Machado, Fernanda Moro, Nelson Diniz, Cesar Troncoso, Julia Feldens, Sílvia Buarque, Marcos Paulo.

Um filme que fala sobre o aprendizado e a transformação que passaram as pessoas e o país nos anos de exceção no Brasil.

O filme foi ambientado no Rio Grande do Sul, Chile, Marrocos e Paris.

Em Teu Nome foi produzido pela Accorde Filmes e obteve quatro Kikitos em Gramado: melhor diretor, melhor ator, melhor música e prêmio especial do juri no 37º Festival de Cinema de Gramado. O filme ainda participou do 17º Raindance Film Festival em Londres e da mostra competitiva do Amazonas Film Festival em 2009.